Sondagem aplicada a mineração - CORE CASE

Sondagem aplicada a mineração

A sondagem consiste na realização de furos no solo ou rocha, com o objetivo de captar informações sobre a região estudada. É uma etapa importantíssima para projetos no ramo da construção civil, hidrologia, mineração ou geotecnia, por exemplo. 

Vamos saber um pouco mais sobre o uso das Técnicas de Sondagem na Mineração?

Sondagem na Mineração

Cada técnica se associa com um objetivo e tipo de material a ser analisado. Geralmente, mais de um método de sondagem é utilizado nos projetos, podendo assim obter informações diversas do terreno estudado.

Na mineração os métodos de sondagem podem ser aplicados nas fases de: 

  • Pesquisa Mineral (projetos Greenfield), momento em que geólogos, engenheiros e técnicos avaliam a viabilidade de um depósito;
  • Durante a extração da mina, para enriquecer o conhecimento acerca do depósito e definir a continuidade da extração;
  • Fase de exploração (projetos Brownfield), que é destinada para a expansão do empreendimento atual, ou seja, encontrar novas ocorrências minerais próximas a atual exploração da empresa;

Os testemunhos e amostras coletados nas perfurações realizadas em um projeto, fornecem informações essenciais para o cálculo dos recursos minerais, assim, impactam diretamente na tomada de decisões.

Tipos de sondagem indicadas na mineração 

Existem diversos tipos de sondagens, porém algumas delas são mais indicadas para projetos de mineração, são elas: sondagem a percussão e sondagem rotativa.

Sondagem a Percussão

Também chamada de sondagem SPT (Standard Penetration Test), é um método de investigação de solo cujo avanço da perfuração é feito por meio de trado ou de lavagem, sendo utilizada a cravação de um amostrador para a medida de índices de resistência à penetração, obtenção de amostras, determinação do nível d’água e execução de vários ensaios in situ.

Fonte: Pinterest

O Standard Penetration Test (SPT) é executado na sondagem a percussão para obtenção de índices de resistência à penetração do solo. Ele é determinado pelo número de golpes correspondente a cravação de 30cm do amostrador padrão, após a cravação inicial de 15cm.

Nesse método as amostras são coletadas metro a metro, permitindo a análise tátil e visual das camadas do subsolo. 

Fonte: APL Engenharia

Ao utilizar a Sondagem a Percussão em projetos de mineração espera-se obter as seguintes informações:

  • Nível do lençol freático;
  • Mineralogia;
  • Tipo de rocha;
  • Estratigrafia do solo;
  • Índice de Resistência à Penetração.

Uma das principais vantagens da Sondagem a Percussão é o baixo custo, possibilitando a coleta de um número maior de amostras.

Já as desvantagens são:

  • Não é possível utilizar esse método para perfurar territórios e solos inclinados;
  • Baixo rendimento em rochas e terras mais duras;
  • Possui maior probabilidade de contaminação das amostras; 
  • As identificações petrográficas (textura, composição e estrutura) são mais difíceis de serem reconhecidas.

Nos casos em que exista a necessidade de utilizar o método rotativo e alternar para o método percussivo, a sondagem é denominada “mista”.

Sondagem Rotativa

Consiste no uso de um conjunto motomecanizado destinado à perfuração de maciços rochosos e obtenção de amostras com formato cilíndrico, chamadas de testemunho (amostras contínuas em formato cilíndrico com a indicação da metragem associada).

Essa técnica é empregada para investigar os aspectos que não são possíveis de serem totalmente inspecionados pela técnica de sondagem a percussão. A perfuração e coleta de amostras é realizada através de sondas rotativas, providas de hastes, coroa de corte e barrilete amostrador.

Por meio da sondagem rotativa é possível atingir grandes profundidades em subsolo. No setor mineral, este é o método mais conhecido e utilizado.

Testemunho de Sondagem Rotativa. Fonte: Banco de dados interno

Vantagens da Sondagem Rotativa:

  • É possível realizar perfurações com ângulos de inclinação;
  • Aceita a execução de ensaios de perda d’água em terrenos de maciços rochosos;
  • Preserva a integridade do material perfurado;
  • Permite obter o registro geológico completo, o que possibilita analisar as estruturas e texturas da rocha.

Ao utilizar a Sondagem Rotativa espera-se obter as seguintes informações:

  • Tipo de solo existente;
  • Tipo de rocha;
  • Mineralogia;
  • O índice de qualidade encontrada na estrutura da rocha;
  • A xistosidade, dentre outras análises

As sondagens são práticas essenciais no setor mineral, por meio delas é possível captar diversas informações que podem definir a criação, continuidade e finalização de um projeto. Por isso, devem ser feitas com responsabilidade e com o apoio de profissionais experientes.

Para armazenar as amostras de seu projeto, conte com a Core Case, temos a solução ideal para você!

Referências

Manual de Sondagem – ABGE 2013

Apl Engenharia. https://blog.apl.eng.br/sondagem-a-percussao-conheca-e-entenda-os-procedimentos-executivos/ e https://blog.apl.eng.br/sondagem-rotativa-aqui-esta-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-assunto/ 

Geoscan. https://www.geoscan.com.br/blog/spt/ e https://www.geoscan.com.br/blog/sondagem-na-mineracao/ 

Hidroplan. https://www.hidroplan.com.br/site/blog-era-da-agua/49-planejamento-e-acompanhamento-de-sondagens 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima